Londres 2022

Incursão a Londres

A cidade onde Marx escreveu o Capital e o Manifesto do Partido Comunista


Excursão realizada de 16 a 19 de Junho 2022

O grupo

Percurso

  • Dia 16 Viagem para Londres
  • Dias 17 e 18 Paris
  • Dia 19 Partida para Lisboa

Programa

Dia 16

A foto de grupo foi tirada no Mural que recorda a batalha de Cable Street, quando em 1936 cerca de 300000 habitantes de Londres – comunistas, socialistas, estivadores, irlandeses, judeus – impediram a Marcha dos fascistas camisas pretas de Mosley. Fomos ainda ao Pub onde Lenine e Stalin se conheceram, de uma casa onde viveu Lenine, e da Praça onde está enterrada a Estátua de Lenine. E ainda vimos o teatro de Shakespeare, a Torre de Londres, a City, a Catedral de São Paulo.

Dia 17

Conhecemos o recanto onde Philby, herói da URSS, deixava os microfilmes com a informação necessária para melhor se combater os crimes do imperialismo. Visitámos ainda a igreja usada para tão nobre tarefa. Conhecemos a casa onde Marx viveu, o pub onde se realizou o II Congresso da AIT, o local das reuniões do Conselho Geral, o pub onde Marx parava a beber um copo e o mural do Soho onde Marx e o Das Kapital têm a sua centralidade. No Museu Britânico, a sala onde Marx trabalhava não é visitável (única restrição COVID) mas é visível um pouco do muito que foi roubado por todo o mundo, desde logo o friso que falta no phartenón.

Dia 18

No essencial, passámos o dia integrando a manifestação “enough is enough” convocada pelo movimento sindical britânico por melhores salários, pela paz, em defesa do SNS, onde encontrámos, naturalmente, camaradas nossos residentes em Londres. Depois passeámos pela zona do parlamento, com cores que não são comuns conhecer-lhe. E ainda encontrámos, à porta do Parlamento, a estátua de um comunista: Mandela.

Dia 19

  • Regresso a Lisboa.

Calendário das viagens

%d bloggers like this: